Crimes pela internet no Japão registram expressivo aumento em 2009

Polícia Japonesa

Os crimes pela Internet no Japão saltaram para um novo recorde no ano de 2009, liderados pelo roubo de identidade e ataques de banco de dados, mensagens de pornografia infantil e violação de direitos autorais, segundo informou a agência nacional de polícia japonesa.
A Polícia fez inúmeras prisões e tomou outras medidas em 6.690 casos em 2009, num aumento de 5,8% face ao ano anterior, valor mais elevado desde que os dados foram compilados pela primeira vez, em 2000. O número mais que duplicou em quatro anos.
Casos de pornografia infantil quase que duplicaram para 507 no ano passado, disse a polícia em um relatório, enquanto os casos de acesso ilegal a sites de banco e outras bases de dados saltaram para um recorde de 2.534 casos, num crescimento de mais de 45%.
Já as fraudes em leilões online, no entanto, caíram 54%, resultando em 522 casos. Os principais sites desta modalidade de comércio, como Yahoo e Rakuten, melhoraram seus sistemas de liquidação, evitando que os vendedores fossem pagos antes da entrega da mercadoria.
As violações de direitos autorais subiram mais de 30%, sendo registrados 188 casos no ano de 2009.
A polícia também disse que interveio após um número recorde de 223 comentários com intenções suicidas, número que representou um quarto dos casos registrados a partir de 2008. Tais mensagens envolveram 228 pessoas, sendo que em dois casos foram mais tarde encontrados mortos os envolvidos.

Fonte: Kioskea, april/2010.

Deixe uma resposta